Mana Bernardes | Info

Mana Bernardes nasceu em 1981, no Rio de Janeiro, Brasil.

Formação academica

2011  Formação em Negócios Sociais, Artemísia, São Paulo, Brasil.
2010  Residência artística, Leher Architects, Los Angeles, Estados Unidos.
2009  Faculdade de Desenho Industrial, Pontifícia Universidade Católica (PUC), Rio de Janeiro, Brasil (2003-2009).
2001  Formação em Arte Terapeuta, Instituto de Artes Terapeutas do Brasil, Rio de Janeiro, Brasil (1999-2001).
1998  Formação em Gestão de Artesãos, Organização Campo – Centro de Assessoria do Movimento Popular, Rio de Janeiro, Brasil (1998).

Prêmios

2012 26º prêmio Museu da Casa Brasileira – Menção Honrosa na categoria “trabalhos escritos publicados” com o livro Mana e Manuscristos (Editora Aeroplano)
2011  Prêmio Top XXI Design – Embalagem Capsula de PET . São Paulo, Brasil. Vencedora.
2007 Prêmio Top XXI Design – Coleção Saquinho de Limão. São Paulo, Brasil. Finalista.

Publicações

2014 Manuscritos – Revista Bons Fluidos
2013 Joia – Revista Dasartes edição 31.
2011 Mana e Manuscritos, editora Aeroplano.
Design + Artesanato – O caminho Brasileiro, publicação Terceiro Nome.
Homo Faber: o Animal que tem Mãos, publicação Museu Vale.
2010 Catálogo Bienal Brasileira de Design 2010 – Curitiba.
2009 Design Brasileiro Hoje: Fronteiras, publicação Museu de Arte Moderna de São Paulo.
2008 Pura Ideia, publicação Dell Anno.
2007 Fork, publicação Phaidon.
2004 Momentum design contemporâneo do Rio de Janeiro, publicação Viana & Mosley.

Joias

2013 Colar Há Feto – versão com laminado de bambu e refugo de acrílico
2012 Coleção Pet Azul – Joias da linha Pet feitas a partir de garrafas azul cobalto, série colocada na linha Top com detalhes em prata assinada.
Coleção Pet com Ouro- Brinco Sereia, bracelete Escama menor, colar Mandala maior
2009 Coleção Cotidianas Ouro – jóias cotidianas com detalhes em ouro.
2008 Coleção Permeáveis – jóias feitas com cordas de polietileno utilizadas normalmente como fios de varal de roupa.
Colar Há Feto – joia em ouro ou prata com símbolo da gestação.
2007 Coleção Pet – joias com garrafas plásticas de refrigerante, PET .
Coleção Cajazeiras – joias feitas com madeira renovável.
2004 Magnomento – fecho magnético feito em plástico transparente com produção em escala industrial.
Coleção BIC – joias feitas com canetas para a grife À Colecionadora/Luiza Marcier.
2003 Coleção Joias Cotidianas – jóias feitas com materiais cotidianos.
Coleção Índio Urbano – jóias feitas com enfileiramento de lantejoulas de diferentes formatos.

Exposições coletivas

2015 Maria de Todos Nós – Homenagem a Maria Bethânia - Manto – Manto de filó com casca de alho, Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil.
2014 Novos Territórios: Laboratório para Design, Artesanato e Arte da América Latina” – Môbiluz: objeto de luz desenvolvido em parceria com Airton Pimenta e Zeca Cury, feito em madeira com preenchimento de sobras de lantejoulas e iluminação LED –  Museu de Arte e Design (MAD), Nova Iorque, EUA.
Deu na Telha – Exposição Aérea – Manuscrito impresso em lona. Morro do Alemão, Rio de Janeiro, Brasil.
Primeiro Estudo: Sobre Amor – Poesia que Desfaz Quinas – Manuscritos em bambu laminado – Galeria Luciana Caravello Arte Contemporânea
2012 Aí vai muito da pessoa – Neste papel eram flores – série de manuscritos em papel de arroz . Galeria Luciana Caravello Arte Contemporânea, Rio de Janeiro, Brasil.
SHAPE YOUR LIFE! Alcantara – MAXXI project -  Em Rede Na Rede/On Net in hammock”. Personalização de uma mesa de trabalho. Desenvolvimento de uma rede feita de Alcantara. Roma, Itália.
Brasil.it - the new generation of brazilian designers/ A nova geração de designers brasileiros (Semana de Design de Milão) - Môbiluz – objeto de luz desenvolvido em parceria com Airton Pimenta e Zeca Cury, feito em madeira com preenchimento de sobras de lantejoulas e iluminação LED – Joias da coleção cotidiana e embalagens de capsula de pet. Milão, Itália.
2011 Instalação Áudio-Visual Poemas Manuscritos – concepção espacial de Renata Seripieri usando banco de madeira de Hugo Franca, trilha sonora, projeção e mapping de Pedro Bernardes, Bruno Queiroz e Augusto Amaral – Mostra Black, São Paulo, Brasil.
Môbiluz – objeto de luz desenvolvido em parceria com Airton Pimenta e Zeca Cury, feito em madeira com preenchimento de sobras de lantejoulas e iluminação LED – Stand Galeria Luisa Strina, Design São Paulo, São Paulo, Brasil.
Joias Cotidianas – Design São Paulo, São Paulo, Brasil.
Joias Cotidianas – exposição Joia Contemporânea Brasileira, museu ACASA , São Paulo, Brasil.
Joias Cotidianas – exposição (+55) Brazil, Galeria The Civic, Barnsley Town, Inglaterra.
Joias Cotidianas – exposição Rio Design, Fashion Rio (edição verão), Rio de Janeiro, Brasil.
2010 Joias Cotidianas – Bienal Brasileira de Design, Curitiba, Brasil.
Joias Cotidianas – ll Bienal Ibero Americana de Design, Madri, Espanha.
2009 Joias Cotidianas – exposição Destination: Brazil, MoMA, Nova Iorque, Estados Unidos.
Joias Cotidianas – exposição Design Brasileiro Hoje: Fronteiras, Museu de Arte Moderna, São Paulo, Brasil.
2008 Leque da Aclamação – leque feito com jornal, acetatos coloridos com manuscritos bordados em linha de ouro – exposição Joias Reais, Museu Histórico Nacional, Rio de Janeiro, Brasil e Palácio Nacional da Ajuda, Lisboa, Portugal.
Joias cotidianas – exposição Joyas a La Carte, Hotel 1898, Barcelona, Espanha.
Corpo Casa – versão miniatura da escultura No papel não caberia, O que no corpo já não cabia, Na poesia caberia feita com 50 lâminas de papel vegetal reproduzindo o corpo da artista sendo reduzido gradativamente, revestido por caixa de acrílico e iluminação – Miami Art Basel, Miami, Estados Unidos.
Joias Cotidianas – exposição Design + Sustentabilidade, Lounge Vip Sebrae, Fashion Rio (edição verão), Rio de Janeiro, Brasil.
2007 No papel não caberia, O que no corpo já não cabia, Na poesia caberia – escultura feita com 100 lâminas papel vegetal iluminadas, na qual o corpo é representado como uma moradia transitória, decrescendo de seu tamanho original até a sua menor dimensão – exposição Moradias Transitórias, Museu Nacional de Brasília, Brasília, Brasil.
Fome de Floresta – criação com Pedro Bernardes de vaca pousando sobre bife com manchas representando a devastação das florestas – Cow Parade, Rio de Janeiro, Brasil.
Raízes de Melissa – Instalação com 300 sandálias Melissa recortadas e transformadas em raízes, que fixadas no teto estimulavam a reflexão sobre a questão da gravidade – Galeria Melissa, São Paulo, Brasil.
2006 Instalação Tira de Manuscritos – tira de papel de 5cm x 30m com 45 poemas manuscritos e narrados ao som de trilha original de Pedro Bernardes – Museu do Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil.
O Trabalho é Seu – chapa de alumínio interativa, revestida de formas de alumínio com espelhos e imãs – Museu do Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil.
Teias Humanas e Estampa de Cada Rosto – Curadoria – Galeria Lurix, Rio de Janeiro, Brasil.
2005 Conectar-se Pelo Cordão – vídeo-arte e instalação com fotografias de corpo inteiro de pessoas mostrando o umbigo e um grande cordão Umbilical conectando-os – exposição J’em revê, Fundação Cartier, Paris, França.
Um Fio Para O Espaço – móbile de 8m feito com lantejoula translúcida que gera sombras e movimento, exposição J’en revê, Fundação Cartier, Paris, França.
Conectar-se Pelo Cordão – mostra Itinerante 25º aniversário revista “ID”, Londres, Nova York, Tókio, Hong Kong e Beijing.
Joias cotidianas – exposição O Outro Sentido do Moderno: Aluízio Magalhães e o Design Brasileiro, Centro Cultural dos Correios, Rio de Janeiro, Brasil.
2004 Joias Cotidianas – exposição Design + Social, Museu de Arte Brasileira, Maceió, Alagoas.
Joias Cotidianas – exposição Metais e Luzes, Bienal de Design, Sant Etienne, França.
Joias Cotidinas e Véu de Poesia, com Rute Casoy – Loja Daqui Do Brasil, Rio de Janeiro, Brasil.

Exposições individuais

2014 Ocupação Mana Bernardes na Casa Ipanema 
- Um labirinto de imagens do Mauro Kury sobre o Mapa Sensorial de Mana para o Bairro de Ipanema
- Oficina com sobras industrias da marca Ipanema
2013 Ocos – série de objetos que exploram o enfeitam o vazio. Galeria Amparo 60, Recife, Brasil.
2012 Desembrulho Poético- Manuscritos, bordados a mão sobre papel Kozo, em suportes de acrílico. Joias Flutuantes – Móbiles feitos com sobra industrial de lantejoulas e vidros com líquido. Môbiluz – objeto de luz desenvolvido em parceria com Airton Pimenta e Zeca Cury, feito em madeira com preenchimento de sobras de lantejoulas e iluminação LED. Galeria Luciana Caravello Arte Contemporânea, Rio de Janeiro, Brasil.
2010 Residência Artística – Anakonda (cobra gigante feita com 1.550 superfícies de latas de alumínio), Big Circulo (feito com 750 tampinhas de garrafa de água e retalhos de alumínio das latas.), African Map (feito com 500 garrafas tipo PET e fundos de lata de plásticos coloridos), Corpo Casa e Manuscritos (poemas manuscritos em superfície de madeira) – Mia Lehrer+Associates, Los Angeles, Estados Unidos.
2009 Manuscritos – poemas manuscritos em papel Kozo, com moldura de madeira contendo mp3 player, para compor trabalho poético-visual-sonoro – Galeria Habitart, Porto Alegue, Brasil.

Performances

2014 Performance com a cantora e artista Alice Caymmi na Ocupação Mana Bernardes na Casa Ipanema  - Rj.
2013 Performance Degustativa com a designer Gourmet Inês Braconnot e o Músico Pedro Bernardes para o lançamento das coleções Livro em Louça e Flutuantes na Tok & Stok Rj e Sp.
2012 Desembrulho Poético – com direção de Vera Holtz, e trilha sonora de Pedro Bernardes – Galeria Luciana Caravello Arte Contemporânea, Rio de Janeiro, Brasil.
Parto das Palavras com Rute Casoy – Loja Mutações, Rio de Janeiro, Brasil.
Desembrulho Poético – performance poética com direção de Vera Holtz, e trilha sonora de Pedro Bernardes – Galeria Firma Casa, São Paulo, Brasil.
2011 Desembrulho Poético – performance poética com direção de Vera Holtz, cenografia de Cláudio Amaral Peixoto, figurino de Raquel Davidowicz e trilha sonora de Pedro Bernardes – Shopping Leblon, Rio de Janeiro, Brasil.
Parto de Palavras, com Rute Casoy – Loja Mutações, Rio de Janeiro, Brasil.
2009 Performance Poética, com Mariana Ximenes – Hotel Boutique Zank, Salvador, Brasil.

Projetos

2015 Cenografia para para a peça teatral “Autobiografia Autorizada”,monólogo de Paulo Betti
2014 Projeto caligráfico para a arte gráfica do espetáculo Amor Perverso
Projeto caligráfico para arte gráfica do Álbum “Desejo” de Mariana de Moraes
Projeto caligráfico para arte gráfica do Álbum “ADUNDUNDARANDUN”  de René Y Carol
Cenário de papel prateado reciclado para os Shows da turnê ADUNDUNDARANDUN
Aplicação da metodologia: História de Vida Através do Objeto. História do Objeto Através da Vida em parceria com a Rede Asta + Coletivo Coca Cola para grupos de artesãs.
Desenvolvimento de mobiliários para Tok & Stok
2013 Cartela de manuscritos para tatuagens corporais removíveis da marca Courage.
Instalação túnel de papel, para o lançamento da sandália Do mundo no Fashion Rio.
Deselvolvimento e lançamento de coleções de vidros e louças para Tok & Stok.
2012 Desenvolvimento de Ecobag para a Tok Stok- Brasil.
Criação de novo modelo de sandália para Ipanema- Grendene.
Desenvolvimento de estação de trabalho com rede e laptop, para o projeto Alcantara, na Fundação Maxxi- Museu Nacional de Arte do Século XXl-Roma Itália.
Edição dos Manuscritos originais do Livro Mana e Manuscritos para projeção junto a música E.C.T da turnê Verdade uma Ilusão de Marisa Monte.
Curadoria do Ciclo de palestras “O poder de transformação é a Joia de ser Humano”, evento dentro da Rio + 20, no Sesc Casa da Gávea-RJ.
2011 Natal do Banco Fator-Criação dos Móbiles Joias Flutuantes e Instalação- São Paulo.
Mapa de Potencialidades e Articulações para Ipanema e Joia Inspiracional – sistema de pesquisa e diagnóstico para implantação de plataformas conceituais/inspiracionais para Ipanema-Grendene, Farroupilha, Brasil.
2010 Algo Indecifrável/O Trabalho é Seu – versão da obra O Trabalho é Seu com acetatos coloridos e fundos de alumínio para Clube de Colecionadores do Museu de Arte Moderna de São Paulo, São Paulo, Brasil.
Mapa de Potencialidades e Articulações de Base Sustentável – sistema de pesquisa e diagnóstico para implantação de plataformas conceituais/inspiracionais e cenográficas para o movimento Repense e a pousada Zé Maria, em Fernando de Noronha, sob coordenação da Router Beta, São Paulo, Brasil.
2009 Natal da Transformação – Design, cenografia e transformação social para o natal da cidade de Canoas, Rio Grande Sul, Brasil.
Cenografia de Show – para Teresa Cristina/EMI, Rio de Janeiro, Brasil.
Interseções Articuláveis – adaptação para uso cenográfico na peça Romance Vol. II . para Super Amigos Produções, São Paulo, Brasil.
Série Limitada de Leques para Stella Artois/Amberv, São Paulo, Brasil.
2008 Manuscritos UMA – concessão de direitos dos manuscritos para uso nas peças da coleção da marca UMA/Raquel Davidowicz, com desfile no São Paulo Fashion Week, São Paulo, Brasil.
2007 Ação Raízes de Melissa – concepção de ação e ambientação espacial de stand para a Grendene, no São Paulo Fashion Week, nos quais clientes da marca Melissa eram estimuladas a doar sandálias antigas para virarem uma escultura, promovendo o conceito de consumo sustentável, São Paulo, Brasil.
Interseções Articuláveis – móbiles cenográficos para stand da Solvay na feira Brasil Plast, São Paulo, Brasil.
2005 Mostra, brindes e oficina – para stand da TI M no São Paulo Fashion Week, São Paulo, Brasil.
2003 Vitrines – para Papel Kraft, Rio de Janeiro, Brasil.
Direção de Arte de Cena – para o filme Tamboro, de Sergio Bernardes.
2002 Co-Fundação da ONG Ser Cidadão – organização não governamental cujo objetivo é desenvolver cidadãos autônomos e solidários, por meio de ações educativas, Rio de Janeiro, Brasil.
Assistência de direção – para o filme Tamboro, de Sergio Bernardes.
2001 Design de acessórios – para R. Sobral, Rio de Janeiro, Brasil (1999-2001).
1994 Coleção de acessórios – para a personagem de Letícia Spiller na novela 4×4 da Rede Globo, Rio de Janeiro, Brasil.
Coleção de acessórios – para marcas Cantão e Wöllner, Rio de janeiro, Brasil.

Cursos, oficinas e palestras

2014 Workshop Design & Gastronomia – A Refeitão Ritual : A forma do alimento e o alimento como forma com Breno Ximenes
Palestra no SEBRAE ALAGOAS no lançamento do Termo de Referência da Economia Criativa em Alagoas.
Participação na mesa “A Poética da Palavra” no 1º Colóquio Internacional “Bibliotecas Públicas – Espaços de Reflexão”
Oficina com sobras industriais da marca Ipanema  na Ocupação Mana Bernardes na Casa Ipanema
Palestra no projeto Deu na Telha na ONG EDUCAP,  Morro do Alemão – Rj.
2013 Palestra na Semana Design Rio
Palestra na Design Weekend – Sp
Palestra no 3º Fórum Sustentabilidade UNICRUZ
Aula na Universidade das Quebradas
2012 Painel de Discussão – Crio (Fórum Internacional de Criatividade) Tema: Criatividade e Inovação Social. Rio de Janeiro, Rj.
palestra no II SEMINÁRIO INTERNACIONAL: RECONFIGURAÇÕES DO PÚBLICO: ARTE, PEDAGOGIA E PARTICIPAÇÃO com o tema: Formas e contextos alternativos.
Parto das Palavras com Rute Casoy -troca poética de mãe e filha- no Pavilhão Humanidades na Rio+20.
Oficina de Preciosidades em Trindade (Paraty Eco Fashion). Paraty, Rj.
Parto das Palavras com Rute Casoy -troca poética de mãe e filha- no Salão de idéias, da Feira do Livro de Ribeirão Preto.
Curso História de Vida Através do Objeto, História do Objeto Através da Vida, Módulos 1 e 2 no Sesc Casa da Gávea, Rio de janeiro, Brasil.
Oficina Livre com Materiais Cotidianos – Kitchen & Bath, São Paulo, Brasil.
Oficina Livre com Materiais Cotidianos – Fórum Social Temático, Canoas, Porto Alegre. 
2012 Oficina com materiais reciclados – no Fórum Social Mundial.
2011 Palestra – no Seminário Internacional Pensadores e Criadores Discutem o Fazer do Homem e suas Transformações, do Museu Vale, Espírito Santo, Brasil.
Palestra – sobre processo criativo autoral na Escola São Paulo, Brasil.
Palestra – sobre processo criativo autoral na M-EIA (Instituto Universitário de Arte, Tecnologia e Cultura), Cabo Verde, África.
Palestra – sobre processo criativo autoral na colônia de férias do Complexo do Alemão, Rio de Janeiro, Brasil.
Palestra – sobre processo criativo autoral na feira do livro de Ribeirão Preto, Brasil.
2010 Oficina de Criatividade – na Walden School, Los Angeles, Estados Unidos.
Oficina História de Vida Através do Objeto, História do Objeto Através da Vida – na Unisinos, São Leopoldo, Brasil.
Palestra – sobre processo criativo autoral no Shopping Moinho de Vento, Porto Alegre, Brasil.
2009 Oficina História de Vida Através do Objeto, História do Objeto Através da Vida – para grupo de artesões da Rede Asta, Rio de Janeiro, Brasil.
Palestra-oficina – sobre processo criativo autoral no 6ª evento ZigZag de Arte e Moda, São Paulo, Brasil.
2008 Curso História de Vida Através do Objeto, História do Objeto Através da Vida – para a ONG Ser Cidadão com formatura e desfile das peças criadas na loja Parceria Carioca, Rio de Janeiro, Brasil.
2007 Oficina História de Vida Através do Objeto, História do Objeto Através da Vida – na Unisinos, São Leopoldo, Brasil.
2006 Oficina História de Vida Através da Arte, História da Arte Através da Vida – para a ONG Ata Cidadania, Belo Horizonte, Brasil.
Oficina História de Vida Através do Objeto, História do Objeto Através da Vida – para a ONG Ser Cidadão, Rio de Janeiro, Brasil.
2005 Oficina História de Vida Através do Objeto, História do Objeto Através da Vida – para artesãos especializados em sementes no SEBRAE de Rio Branco, Acre, Brasil.
Oficina História de Vida Através do Objeto, História do Objeto Através da Vida – no Instituto Europeu de Design em São Paulo, São Paulo, Brasil.
2003 Oficina de Joias com Material Reciclável – para a ON G. Projeto Estruturar, Lixão de Itaguaí, Niterói, Brasil.
1996 Curso de arte em bijuteria D+ da Conta – projeto social do Museu da República, Rio de Janeiro, Brasil (1996-2004).